Maiara & Maraisa
Maiara & Maraisa

Maiara & Maraisa

Sobre Maiara & Maraisa

Durante décadas, a música sertaneja foi dominada pelo gênero masculino e, até os anos 2000, poucas foram as cantoras que se firmaram no topo. Para elas, ter uma carreira duradoura no ramo não exigia apenas talento, garra e a resiliência de artistas do calibre de Roberta Miranda e Fafá de Belém. O mercado era restrito e machista. Foi nesse contexto que as irmãs Maiara Carla e Carla Maraísa Henrique Pereira cresceram. Antes de fazerem 32 shows por mês, as gêmeas nascidas em São José dos Quatro Marcos, em Mato Grosso, ouviam que mulheres dificilmente alcançariam a fama cantando sertanejo.
À sombra dos homens, as irmãs foram ganhando experiência cantando em festivais de música e em shoppings, inspiradas no jogo de primeira e segunda voz das duplas masculinas. Com o tempo chegaram ao sucesso, mas primeiramente, na voz deles: elas são autoras dos sucessos “Prisão Sem Grade”, gravada por Jorge & Mateus em 2012, e “Caso Indefinido”, de Cristiano Araújo, lançada em 2013.
Com composições de peso na bagagem, Maiara e Maraísa gravaram o DVD Ao Vivo em Goiânia em 2016 – e foi aí que o jogo virou. “Medo Bobo”, “10%” e “No Dia do Seu Casamento” estouraram nacionalmente e encabeçaram um novo e gigantesco fenômeno da música sertaneja: o feminejo. A tendência inspirou cantoras a se colocarem como protagonistas nas letras e não mais se limitarem ao papel de musas ou algozes da sofrência dos homens. Com essa abertura, letras irreverentes como “Traí Sim” (2018), gravada em parceria com Zé Neto & Cristiano, e “Bebaça” (2019), de Marília Mendonça com participação das irmãs, se tornaram a marca da dupla.

Artistas semelhantes