16 Músicas, 48 minutos

NOTAS DOS EDITORES

Compositor de trilhas de grandes sucessos do cinema como Moulin Rouge! e Simplesmente Amor, Craig Armstrong emprega suas habilidades neste álbum climático e profundo. Ele começa com o piano solo da faixa-título, uma referência a Philip Glass, e depois apresenta belos toques orquestrais na doce “Marelle” e na balada suave “Shifted”. Efeitos eletrônicos em “Somewhere” dão à música amplitude e espaço, como se fosse trilha sonora para meditação, enquanto “Alti” é uma homenagem comovente ao barroco. O álbum termina com a ambient “Saudade”, uma mistura de cores sintetizadas.

NOTAS DOS EDITORES

Compositor de trilhas de grandes sucessos do cinema como Moulin Rouge! e Simplesmente Amor, Craig Armstrong emprega suas habilidades neste álbum climático e profundo. Ele começa com o piano solo da faixa-título, uma referência a Philip Glass, e depois apresenta belos toques orquestrais na doce “Marelle” e na balada suave “Shifted”. Efeitos eletrônicos em “Somewhere” dão à música amplitude e espaço, como se fosse trilha sonora para meditação, enquanto “Alti” é uma homenagem comovente ao barroco. O álbum termina com a ambient “Saudade”, uma mistura de cores sintetizadas.

TÍTULO DURAÇÃO

Mais de Craig Armstrong