Dilsinho
Dilsinho

Dilsinho

Sobre Dilsinho

Dizer que Dilsinho é um fenômeno talvez seja uma obviedade necessária. O cantor tem uma produção musical prolífica, entre extensos álbuns de estúdio e ao vivo: só o sucesso Terra do Nunca, DVD de 2019 contemplado com o Disco de Ouro, tem 22 faixas, muitas delas divididas com grandes parceiros, incluindo Luan Santana, Ivete Sangalo e Sorriso Maroto.
No mesmo ano, o cantor ainda lançou Quarto e Sala, terceiro álbum de estúdio. Em 2020 foi a vez de Open House, DVD que registra show para uma plateia lotada no Recife. Nome frequente nas paradas de todo o Brasil, o pagodeiro foi contemplado com reconhecimentos importantes, como o troféu de Melhor Cantor no Prêmio Multishow 2019.
Nascido e criado na Ilha do Governador (RJ), em 1992, Dilson Scher Neto cresceu ouvindo, com o pai, artistas como João Bosco, Chico Buarque e Djavan. Aos 13 anos, começou a se apresentar em bares da região com violão e repertório de MPB. Logo descobriu o talento para a composição: quando o cantor Alexandre Pires gravou “Maluca Pirada”, Dilsinho decolou como letrista na cena do pagode. Mas o que o carioca queria mesmo era cantar: aproveitou a porta que Alexandre abriu e, em 2014, lançou o álbum de estreia, Dilsinho. O primeiro single, “Já Que Você Não Me Quer Mais”, foi rapidamente para o topo das paradas.
Com um estilo que transita entre samba, pagode e pop — e um romantismo que permeia toda sua produção, do vocal às letras e arranjos —, Dilsinho parece ter encontrado a receita perfeita para a sua música. Mas ele não se acomoda nem tem medo de arriscar. “Repetir uma fórmula de sucesso é um erro porque aí começam as comparações. Não é fácil acertar sempre, mas acredito que os espaços vazios são oportunidades para se criar coisas diferentes”, ele diz ao Apple Music.

Artistas semelhantes