10 Músicas, 30 minutos

NOTAS DOS EDITORES

O coletivo Heavy Baile, que mistura a batida eletrônica com o funk carioca, traz hits pop e ainda mais brasilidade no primeiro álbum Carne de Pescoço. Dançante e explícito do início ao fim, o repertório brinca com as batidas do mangue beat e do arrocha em "Catuaba (Remix)", usa as rimas da embolada nordestina no proibidão “Maconha e Pente” e adiciona pop universal (reggaetón, trap, kuduro e hip-hop) ao tambor pulsante do funk. Com parcerias afiadas — Lia Clark, Tati Quebra Barraco, BaianaSystem e Dada Yute — o álbum de estreia simboliza bem toda a ousadia e sensualidade que esquenta os bailes funk brasileiros.

NOTAS DOS EDITORES

O coletivo Heavy Baile, que mistura a batida eletrônica com o funk carioca, traz hits pop e ainda mais brasilidade no primeiro álbum Carne de Pescoço. Dançante e explícito do início ao fim, o repertório brinca com as batidas do mangue beat e do arrocha em "Catuaba (Remix)", usa as rimas da embolada nordestina no proibidão “Maconha e Pente” e adiciona pop universal (reggaetón, trap, kuduro e hip-hop) ao tambor pulsante do funk. Com parcerias afiadas — Lia Clark, Tati Quebra Barraco, BaianaSystem e Dada Yute — o álbum de estreia simboliza bem toda a ousadia e sensualidade que esquenta os bailes funk brasileiros.

TÍTULO DURAÇÃO

Mais de Heavy Baile