Notas dos editores Quando Andrea Bocelli apresentou seu concerto de Páscoa, “Music For Hope” (“Música pela Esperança”), na Catedral de Milão em abril de 2020, milhões em todo o mundo assistiram ao concerto de suas casas. Foi uma breve oportunidade, em meio a uma pandemia, com todo mundo fechado em casa, das pessoas viverem uma experiência compartilhada. Em Believe, Bocelli continua brilhando — e demonstrando o poder da música — em um dos anos mais difíceis de todos os tempos. “Há uma necessidade de refletir e começar a falar com nossa alma coletiva novamente”, diz o tenor italiano ao Apple Music. “Believe expressa minha modesta contribuição, que abrange vários séculos e gêneros, no desejo de oferecer um momento de beleza, alívio e otimismo”. Em um álbum que tem na essência a sua própria fé, Bocelli mostra, entre muito mais, a música sacra em toda sua beleza e atemporalidade. Clássicos conhecidos de Mozart, Fauré e Bizet ao lado de novos hinos primorosos, incluindo uma inspirada versão de “Ave Maria” do próprio Bocelli e uma música até então desconhecida do falecido Ennio Morricone. Em outros momentos, Believe apresenta duetos com alguns dos cantores favoritos de Bocelli, incluindo a grande meio-soprano Cecilia Bartoli e a cantora de música country, Alison Krauss. “Este álbum é uma coleção de músicas sagradas para a alma”, acrescenta Bocelli. “É um caminho onde estou há muitos anos e que está aberto para todos. Convido todos vocês a caminharem comigo nesta jornada, através da ponte que nos conecta, que é a música”. Continue lendo enquanto Bocelli nos conta sobre cada faixa de Believe.



You’ll Never Walk Alone
“Escrita pelo dramaturgo nova-iorquino, Oscar Hammerstein, e pelo compositor Richard Rodgers para o musical Carousel, esta faixa tem um carisma inato que nos une e aquece o coração. É uma declaração de amor e solidariedade coletiva, garantindo que um ‘céu dourado’ nos espera depois da tempestade.”


Fratello Sole Sorella Luna (Dolce è Sentire)
“Essa música faz parte da trilha sonora do filme homônimo de 1972, de Franco Zeffirelli, que narra a vida de São Francisco. É uma peça comovente sobre a maravilha da criação por meio da simplicidade alegre de sua melodia. Esta nova orquestração, composta por Steven Mercurio, realça a doçura, a inocência e a aconchegante sensação de Natal.”


Hallelujah
“A música ‘Hallelujah', de Leonard Cohen, não é uma música religiosa no sentido mais literal, mas está repleta de sentimento religioso e é uma homenagem à própria vida. Minha nova versão respeitou o clima da versão original, mas a orquestração inclui coros de adultos e crianças. De forma notável, a faixa foi arranjada como um dueto ousado, separando as vozes dos cantores e as letras em inglês e italiano.”


Pianissimo
“Mauro Malavasi trabalha comigo há quase 30 anos. Esta nova faixa segue seu estilo característico e apresenta uma sonoridade minimalista e elegante com um toque de classicismo atemporal semelhante à música do compositor francês Erik Satie. ‘Pianissimo’ é um diálogo entre um casal que sente o olhar e o amor de Deus em seu relacionamento.”


Amazing Grace
“A faixa ‘Amazing Grace' é um clássico da música tradicional, bem como um hino cristão de agradecimento, mas ainda consegue nos tocar e comover nos dias de hoje. É também uma peça que está enraizada na consciência coletiva americana: um hino espiritual que sempre foi dedicado a momentos de comemoração com uma melodia que alivia a dor à luz da certeza da fé.”


Preghiera (arr. Mercurio)
“Francesco Paolo Tosti foi um compositor maravilhoso cuja obra ainda aguarda o seu merecido renascimento. Esta angustiada ‘Preghiera’ (Oração) é uma de suas obras. É uma pequena joia musical. Composta em 1880, faz parte de um curto ciclo de romanzas que rapidamente atraiu a atenção do público internacional.”


Gratia Plena
“A música ‘Gratia Plena’ é uma das faixas que integram a trilha sonora do filme Fátima, de 2020, baseado na história de três jovens pastores que testemunharam uma série de aparições da Virgem Maria em Portugal, em 1917. A minha versão foi gravada com uma combinação de vários idiomas e transmite a mensagem da Virgem Maria de uma maneira poderosa e moderna.”


Cantique de Jean Racine
“Composta entre 1864 e 1865 por Gabriel Fauré, aos 20 anos, esta música foi originalmente escrita para coro e órgão, mas nesta versão os arranjos são para tenor, coro e orquestra. Embora fiel ao estilo de Fauré, minha nova versão busca alcançar um equilíbrio perfeito entre voz solo e coro.”


Inno Sussurato
“Esta é provavelmente a última música escrita pelo compositor Ennio Morricone. Dentro da sensação expansiva deste ‘Inno Sussurato’ (Hino sussurrado), podemos perceber o talento poético e criativo do gênio italiano. A inclusão do coro, composto por vozes de adultos e crianças, dá um final divino para a música.”


Oh, Madre Benedetta! (Adagio Di Albinoni)
“Embora a fama do compositor veneziano Tomaso Albinoni tenha aumentado na segunda metade do século passado graças à famosa música ‘Adagio’, a peça não é de fato dele. O musicólogo Remo Giazotto lançou a faixa em 1958, alegando que criou os arranjos a partir de fragmentos de um manuscrito de Albinoni redescoberto. A peça tem características do estilo de Albinoni, mas é quase certo que a música ‘Adagio’ foi mesmo escrita por Giazotto. Eu teci sua melodia atemporal com um texto sagrado, transformando a faixa em uma poderosa oração à Virgem Maria.”


I Believe
“‘I Believe’ foi um sucesso para mim anos atrás, quando fiz um dueto com Katherine Jenkins. Hoje está em destaque de novo graças a uma nova colaboração minha com a meio-soprano Cecilia Bartoli. As letras são uma ode à solidariedade e empatia e são acompanhadas da música do compositor francês Eric Lévi, um músico de rock que passou a compor músicas em vários estilos.”


Ave Maria
“Não me considero um compositor, mas sou um músico e, às vezes, as melodias me vêm à mente. Essa música me permite extrair forças não só da minha jornada espiritual e da vida na idade adulta, mas também das minhas memórias de infância. Desde a primeira vez que toquei um repertório sagrado em um órgão, fiquei emocionado com a devoção dos fiéis da cidade rural de La Sterza, onde cresci.”


Angele Dei
“‘Angele Dei’ de Puccini era originalmente um exercício acadêmico para voz e piano e foi redescoberta pelo musicólogo americano Michael Kaye. Eu a toquei pela primeira vez em São Francisco, em 2019. Apenas 31 compassos compõem esta bela melodia na qual a sensibilidade criativa e o talento poético de Puccini são evidentes. Eu adicionei à linha melódica uma oração dirigida a um anjo da guarda.”


Agnus Dei
“Em 1872, Georges Bizet compôs a música incidental para a peça L’Arlésienne, de Alphonse Daudet. Quando a peça fracassou, o compositor moldou as peças em uma suíte. O que se seguiu foi uma segunda suíte póstuma, com arranjos de Ernest Guiraud de 1879, que publicou esta ‘Agnus Dei’. Eu já gravei ‘Agnus Dei’, na minha juventude, e desta vez, esperava trazer minha experiência para essa versão.”


Mui grandes noit e día
“Entre Toledo, Múrcia e Sevilha, surgiu uma cena musical e poética extraordinária na corte de Afonso X de Castela, documentada em mais de 400 canções monofônicas em homenagem à Virgem Maria. Essas canções narrativas são uma fonte inestimável que fala sobre a tradição mariana da Europa Ocidental. ‘Mui grandes noit’ e día’ é sobre um milagre que aconteceu durante uma peregrinação a Montserrat. É cheia de inocência e ritmo alegres que se revelam em sua espiritualidade resplandecente.”


Mira il tuo popolo
“Esta melodia irresistivelmente simples marca com beleza a caminhada solene dos fiéis durante as procissões e festividades religiosas marianas. Ainda hoje é cantada nos dias da santa padroeira, especialmente no sul da Itália. A nova orquestração de Steven Mercurio dá um toque melodramático do início do século XIX, restaurando a profundidade, solenidade e o drama originais da obra.”

1
3:21
 
2
4:36
 
3
4:34
 
4:28
 
5
3:56
 
6
4:07
 
7
2:49
 
8
5:23
 
9
4:36
 
10
3:30
 
11
4:14
 
12
4:42
 
13
4:21
 
14
3:43
 
15
4:06
 
16
3:40
 
17
3:56
 

Outras versões

  • Believe
    Believe
    14 músicas

Videoclipes

Mais de Andrea Bocelli

Com participação em