Notas dos editores Atendendo aos pedidos dos fãs, que sempre buscam na internet ou pedem canções mais antigas, a dupla Fernando & Sorocaba criou o álbum Antigas do Fernando & Sorocaba, Vol. 1, que nesta primeira edição traz um repertório formado por músicas do álbum “Vendaval (Ao Vivo)”, de 2009, em versões de estúdio e atualizadas.

“A gente resolveu trazer isso com uma roupagem um pouco mais nova, com mixagens melhores, com uma voz mais atual. Enfim, uma das curiosidades que tem nesse álbum é que, praticamente 100% das músicas, são 100% minhas, todas as faixas são composições minhas, vamos dizer assim. Então é um álbum que tem mesmo o DNA do Fernando & Sorocaba”, explica Sorocaba ao Apple Music. “Eu compunha muito e tava com uma veia muito bacana daquele primeiro momento do sertanejo, chamado sertanejo universitário, né? A gente sentia muito que tinha muita música lado B, vamos dizer assim, desses álbuns, que acabavam ficando pra trás, né? De repente, este álbum ‘Antigas’ vem pra resgatar essas faixas lado B, que mereciam um carinho maior.”

Para reviver os arranjos das faixas, a dupla fez uma verdadeira viagem no tempo pelo repertório, descobrindo pérolas que nem eles lembravam direito. “‘Você é Mais’ era uma música que eu não lembrava quando a gente regravou. Mas, para voltar pro repertório em definitivo, eu gosto muito de ‘Vítimas do Amor’”, conta Sorocaba que, ao lado de Fernando, usou elementos daquele álbum antigo na hora de regravar as faixas, acompanhados por boa parte dos músicos que gravaram o disco de 2009 e que ainda fazem parte da banda de estrada da dupla.

“Tem faixas que se eternizaram, mas tem faixas que a gente já não escutava havia algum tempo e falava, ‘meu, que massa isso aqui, que modulação massa, nossa, que arranjo, que legal essa letra’. A gente foi redescobrindo o álbum assim, coisas que tavam muito lá atrás e a gente já não lembrava. Mas os fãs têm isso muito fresco na memória deles. E a gente sentiu, através das redes sociais, que a galera vai pirar neste álbum”, celebra Sorocaba.

Abaixo, Sorocaba comenta as faixas do álbum Antigas do Fernando & Sorocaba, Vol. 1:

“Vítimas do Amor”
“A ‘Vítimas do Amor’ é uma faixa que compus na minha época de faculdade, quando eu fazia faculdade de agronomia no Paraná, e é uma música que tinha uma sacadinha, uma modulação, vamos dizer assim, no refrão. O refrão mudava totalmente a melodia dela, era algo meio diferente na música sertaneja da época. É uma música de que gosto bastante, inclusive começamos este novo álbum com ela. Foi uma música que acabou ficando como lado B do álbum ‘Vendaval’ (2009), mas é uma música muito especial pra mim. É uma composição minha, escrevi ela na mesma época em que fiz músicas como ‘Meteoro’, do Luan Santana, ‘Tô de Cara’, mas é uma música um pouco mais rebuscada, que tinha cara de Fernando & Sorocaba. Eu lembro que ela veio numa época em que vieram muitos hits, muitas músicas que viraram sucesso. ‘Paga Pau’, ‘Da Cor do Pecado’, todas elas vieram nessa época de ‘Vítimas do Amor’. Era uma música que tinha esse DNA bem Fernando & Sorocaba, era algo que tinha muito a nossa cara.”

“Consequência de Te Amar”
“‘Consequência de Te Amar’ era uma música que tinha uma vertente muito do sertanejo universitário, a levada de bateria, mas era uma música que tinha um pouco da influência da música country, né? A levada, o jeito que foi tocada a bateria, é uma composição minha também. Como eu disse, neste álbum, fora uma versão que a gente fez, praticamente todas as faixas são composições minhas. Mas esta música tinha uma levada um pouco country, tinha guitarras, a gente usou bastante. É uma faixa também que os fãs pedem muito até hoje.”

“Força de Um Furacão”
“A ‘Força de Um Furacão’ é uma composição minha também, é uma música que também veio daquele nascimento do sertanejo universitário, uma música que, assim como ‘Consequência de Te Amar’ e ‘Vítimas do Amor’, tinha um DNA bem Fernando & Sorocaba. É uma música que tem uma levada bem romântica. Uma música que tem uma pegada de violão que também lembra música country. É uma música que marcou bastante uma época pra gente. Chagamos a fazer ela nos shows, mas ela também era considerada uma música, vamos dizer assim, que ficou escondida por faixas como ‘Paga Pau’ e ‘Da Cor do Pecado’, que na época foram muito populares.”

“O Mundo Avisou”
“A faixa ‘O Mundo Avisou’ é uma vanera do Fernando & Sorocaba. É uma música muito pra cima. Naquela época, existia um respeito muito grande em cima da dupla Fernando & Sorocaba, pelo fato de a gente ter descoberto uma levada diferente da vanera, os batidões como os goianos chamam, né? A gente pegava um pouco da influência do Sul, da música gauchesca, pegava uma pitada da influência da música que rolava ali no estado do Paraná e uma pitada do sertanejo para fazer os nossos batidões. Os músicos que tocaram naquele álbum são exatamente os músicos que tão tocando neste álbum ‘Antigas’, e eles tinham uma levada de bateria muito única, uma pegada de clave que o tecladista usava nos teclados, quem escutar o álbum vai ver como é único esse tipo de fazer vanera do Fernando & Sorocaba, e a ‘O Mundo Avisou’ tem muito disso, tem esse DNA de uma vanera com cara de Fernando & Sorocaba.”

“Um Quadro”
“É uma música bem conceitual. Quando fiz, fiquei numa baita dúvida, ‘nossa, será que isso vai tocar o coração de alguém? Será que vai?’ Eu imaginei uma história de amor ao olhar para um quadro, quando eu a compus. Imaginei uma história de amor olhando para um quadro que eu tinha na minha casa, então é uma música que acabou funcionando muito. Aliás, a nossa nova live, que vai acontecer agora, vai trazer um pouquinho da história desta música. É uma música um pouco mais conceitual, mas é uma das minhas preferidas deste álbum. Ela é um pouco mais rebuscada, um pouco mais complexa, não é uma música que você vai ouvir em qualquer lugar aí, não. O grande desafio de uma música assim é você construir algo em que agregue coisas diferentes, mas que seja popular. Porque o sertanejo é um gênero popular, mas quando você consegue criar algo que tenha um pouco de uma história que não foi dita ainda e, ao mesmo tempo, toque o coração das pessoas, acho que isso é mágico e esta música tem isso.”

“Máquina do Tempo”
“A faixa ‘Máquina do Tempo’ é uma música que fiz muito pensando no country. Tinha uma música de que eu gostava muito, que é uma música chamada ‘I’ll Try’, do Alan Jackson, e esta música tem um pouco desse DNA de cantar o refrão com uma extensão bem grande, vocês vão reparar quando a escutarem. Ela foi uma música construída em cima das histórias dos countrys que estavam bombando naquela época.”

“Brilho no Olhar”
“A ‘Brilho no Olhar’ foi uma das primeiras músicas que compus quando me tornei profissional, uma música bem antiga, uma das primeiras mesmo. Faz parte do nascimento do Sorocaba compositor e ficou guardada na minha gaveta por muito tempo. Quando gravei o primeiro álbum do Fernando & Sorocaba eu a coloquei nele. É uma música muito pura, muito verdadeira, que tem uma essência do sertanejo antigo, mas também tem uma modernidade, pois a nossa voz é muito única, tem uma digital vocal muito forte nela. É uma música que chama muito a atenção porque foi uma das primeiras composições do Sorocaba compositor, uma das primeiras composições da vida mesmo. Cara, eu escrevi esta música, se eu não me engano, em 2002. Mas fui registrá-la muito tempo depois.”

“Você É Mais”
“É uma música que é bem John Mayer, a levadinha dela de arranjo, de violão, é uma música romântica que também fiz. Esta música eu mandei pra alguns artistas e eles não quiseram gravar, acho que mandei até para o projeto do Luan Santana, entre outros artistas, mas tinha que ser nossa, tinha que ser do Fernando & Sorocaba. A faixa ‘Você É Mais’ é uma música de que gosto muito do arranjo, acho muito especial. Foi um arranjo que construí em cima da letra, nasceu letra e arranjo. Tenho muito amor por esta música.”

“100% Você”
“A próxima música é a ‘100% Você’, e ela é uma é versão de um grupo que fez muito sucesso na década de 90, chamado Sister Hazel. Esta música a gente tocou muito. Na época eu estudava em São Paulo e teve um festival no colégio com a bandinha em que eu tocava violão, e esta música tava no repertório, logicamente na versão em inglês. Eu fiz a versão dela em português e achei que cabia neste álbum, no álbum do Fernando & Sorocaba lá de trás, e ela acabou entrando. Então essa é a curiosidade desta música, ela é muito interessante, e os fãs pedem bastante nos shows.”

“Estrela Solitária”
“‘Estrela Solitária’ é uma música que ganhou uma releitura no álbum de 10 anos, uma música que andou superbem, uma música queridinha pelos fãs, ela é bem Fernando & Sorocaba, ela tem bem o nosso DNA daquela época. É uma música que é pedida em shows até hoje e não poderia ficar de fora deste álbum.”

“Que Raiva Que Dá”
“‘Que Raiva Que Dá’ é um batidão, uma música pra cima, uma vanera, vamos dizer assim, com cara de Fernando & Sorocaba. Ela tem um pouco mais daquela linguagem da letra tradicional da música sertaneja antiga, que você ouvia lá com Rionegro & Solimões, com Chitãozinho & Xororó, com artistas mais ‘tradicionaizões’, lá de trás. ‘Que Raiva Que Dá’ foi construída nesses moldes.”

“Vendaval”
“A ‘Vendaval’ é a décima segunda faixa. Quando escrevi a música ‘Vendaval’, escrevi pensando numa outra música, que foi uma explosão, chamada ‘Bala de Prata’, que tinha mais ou menos a mesma métrica, a história do violino, que foi algo muito marcante pra nossa carreira. É uma música que foi o título de um álbum muito especial para os nossos fãs, e que é a base deste primeiro volume do projeto ‘Antigas’. Foi uma música que escrevi em cima de uma música de tanto sucesso que foi a ‘Bala de Prata’ e ela cumpriu o papel dela. Foi muito bem, a gente tocou muito em shows esta música e ela fluiu de forma maravilhosa.”

“Chevetão”
“‘Chevetão’ é hit, ‘hitaço’, tocou demais. É uma música minha e composição do Fernandinho também, pra você ver. Foi uma música que o Fernandinho deu os pitacos dele e a construímos juntos. É uma música de que o povo gosta muito, até hoje a gente toca em shows, as pessoas pedem. É uma música que tem um pouco de historinha. Ela tem um pouco do papo de Edson & Hudson, mas tem a linguagem do country, aquele country bem solado, bem levado, tipo uma levada de blues, não sei explicar. ‘Chevetão’ é uma faixa que até hoje a gente tá num show e o fã pede, ‘toca ‘Chevetão’.”

“Da Cor do Pecado”
“A ‘Da Cor do Pecado’ era uma música bem verão. Lembro que na época a dupla Fernando & Sorocaba tava fazendo um trabalho muito legal, e esta música tem uma história bacana por trás. A gente tinha CDs promocionais, vamos dizer assim, para não dizer piratinhas, e a gente ia pro litoral soltar esses CDs, né? Por quê? Porque o sujeito quando ia para o litoral ia com os ouvidos abertos pra ouvir o que a tribo de lá tava escutando. ‘Pô, fui lá pro litoral e o povo tava escutando Fernando & Sorocaba’. ‘Que legal, quero estudar também’. ‘Pô, tenho o CD, escuta e tal’. E o sujeito, quando ele voltava para a casa dele, lá no Mato Grosso, lá no Rio Grande do Sul, ele voltava falando, ‘meu, não acredito o que eu escutei lá’. Esse cara geralmente era um formador de opinião que espalhava as nossas músicas, e a faixa ‘Da Cor do Pecado’ foi construída em cima disso. Ela foi construída como uma música de verão, uma música pra tocar no carro. A gente tava fazendo esse trabalho de divulgação e deu supercerto, é uma música que tá no nosso repertório desde sempre, ela não sai do nosso repertório.”

“Paga Pau”
“‘Paga Pau’ foi uma música que eu fiz na estrada, é um hit. É um dos maiores hits do Fernando & Sorocaba. Pra época, ela foi muito inovadora, porque era uma gíria. Naquela época o sertanejo não tinha muitas músicas de gíria assim e tal. E a ‘Paga Pau’ foi um marco. Eu lembro que a escrevi muito rápido, foram 15 minutos pra compor, escrevi um pedaço dela dentro de um elevador assim, e explodiu. Foi uma música que, depois de ‘Bala de Prata’, puxou a gente para um outro patamar, né? Levou a gente para todo o Brasil. Então ‘Paga Pau’ tem um significado, ela pode parecer uma música que já foi, que fez o papel dela, mas ela tá no repertório do Fernando & Sorocaba e abriu muitas portas pra gente.”

MÚSICA
Vítimas do Amor
1
2:38
 
Consequências de Te Amar
2
4:03
 
Força de um Furacão
3
2:58
 
O Mundo Avisou
4
3:12
 
Um Quadro
5
3:32
 
Máquina do Tempo
6
3:40
 
Brilho no Olhar
7
3:54
 
Você É Mais
8
3:33
 
100% Você (Beautiful Thing)
9
3:43
 
Estrela Solitária
10
3:01
 
Que Raiva Que dá
11
3:27
 
Vendaval
12
3:14
 
Chevetão
13
2:43
 
Da Cor do Pecado
14
2:59
 
Paga pau
15
3:22
 

Videoclipes

Mais de Fernando & Sorocaba

Com participação em