17 Músicas, 51 minutos

NOTAS DOS EDITORES

"Quando Justin Bieber lançou seu primeiro álbum, My World 2.0, em 2010, ele era um tímido youtuber de 16 anos com franja e o magnetismo dos ídolos adolescentes. Desde então, uma década se passou. “Eu definitivamente cresci diante do mundo”, diz ele ao Apple Music, o que parece um eufemismo, se você levar em conta o quanto ele também ajudou a moldar o mundo, cruzando gêneros, fronteiras e barreiras linguísticas muito antes disso se tornar padrão no pop moderno. No início de 2019, ele atingiu um ponto de ruptura e anunciou um hiato na música, citando a necessidade de trabalhar "questões profundas" e dizendo que queria se concentrar em ser um marido melhor para a sua esposa, Hailey Baldwin. O seu confessional quinto álbum, Changes, é um grande tributo a ela e à sua fé, e também fala da cura que ele encontrou em ambos.

O álbum é mais do que o fim de uma era para Justin como playboy rebelde e maximalista pop, ele também marca o início de uma vida mais focada e tranquila. "Nunca pensei que pudesse ser leal a alguém que não fosse eu mesmo", ele canta na abertura de "All Around Me", uma promessa clara de compromisso, apoiada por cordas delicadas (a maior parte do álbum foi produzida por seu colaborador de longa data Jason "Poo Bear" Boyd). Na balada ao piano "Confirmation", ele elogia a importância de desacelerar e estar presente: "Tão rápido em avançar, sem pressão/ E nós temos o resto, temos o resto, temos o resto de nossas vidas”. Embora existam acenos ocasionais ao R&B do passado (a faixa "Yummy" e a provocante "Intentions", com Quavo), a maior parte do álbum é acústica, romântica e espiritual.

Não foi fácil para o cantor recuperar a sua confiança e clareza. "Eu estava lidando com muito medo", diz ele. "Sobre o que vou falar novamente? Como isso será recebido?" O ponto de virada aconteceu quando ele se apresentou como convidado especial de Ariana Grande no festival de música Coachella, em 2019. "Eu vi como as pessoas reagiram quando subi no palco. Isso me deu um impulso de confiança e me lembrou: 'É isso o que eu faço. É nisso que sou bom. Não preciso fugir disso’. Eu estava fugindo. Mas quando algo está difícil, é quase como se precisássemos correr em direção à dor e correr em direção à ferida em vez de fugir disso tudo. É assim que eu acho que você se cura.""

Apple Digital Master

NOTAS DOS EDITORES

"Quando Justin Bieber lançou seu primeiro álbum, My World 2.0, em 2010, ele era um tímido youtuber de 16 anos com franja e o magnetismo dos ídolos adolescentes. Desde então, uma década se passou. “Eu definitivamente cresci diante do mundo”, diz ele ao Apple Music, o que parece um eufemismo, se você levar em conta o quanto ele também ajudou a moldar o mundo, cruzando gêneros, fronteiras e barreiras linguísticas muito antes disso se tornar padrão no pop moderno. No início de 2019, ele atingiu um ponto de ruptura e anunciou um hiato na música, citando a necessidade de trabalhar "questões profundas" e dizendo que queria se concentrar em ser um marido melhor para a sua esposa, Hailey Baldwin. O seu confessional quinto álbum, Changes, é um grande tributo a ela e à sua fé, e também fala da cura que ele encontrou em ambos.

O álbum é mais do que o fim de uma era para Justin como playboy rebelde e maximalista pop, ele também marca o início de uma vida mais focada e tranquila. "Nunca pensei que pudesse ser leal a alguém que não fosse eu mesmo", ele canta na abertura de "All Around Me", uma promessa clara de compromisso, apoiada por cordas delicadas (a maior parte do álbum foi produzida por seu colaborador de longa data Jason "Poo Bear" Boyd). Na balada ao piano "Confirmation", ele elogia a importância de desacelerar e estar presente: "Tão rápido em avançar, sem pressão/ E nós temos o resto, temos o resto, temos o resto de nossas vidas”. Embora existam acenos ocasionais ao R&B do passado (a faixa "Yummy" e a provocante "Intentions", com Quavo), a maior parte do álbum é acústica, romântica e espiritual.

Não foi fácil para o cantor recuperar a sua confiança e clareza. "Eu estava lidando com muito medo", diz ele. "Sobre o que vou falar novamente? Como isso será recebido?" O ponto de virada aconteceu quando ele se apresentou como convidado especial de Ariana Grande no festival de música Coachella, em 2019. "Eu vi como as pessoas reagiram quando subi no palco. Isso me deu um impulso de confiança e me lembrou: 'É isso o que eu faço. É nisso que sou bom. Não preciso fugir disso’. Eu estava fugindo. Mas quando algo está difícil, é quase como se precisássemos correr em direção à dor e correr em direção à ferida em vez de fugir disso tudo. É assim que eu acho que você se cura.""

Masterizado para o iTunes
TÍTULO DURAÇÃO

Avaliações e opiniões

4.5 de 5
253 avaliações

253 avaliações

gilllll6 ,

Ótimo

Amei

elsaysr ,

Masterpiece

This album is amazing, it just shows how versatile Justin can be
It feels right, good job JB

Aninha3015Ana ,

Esperava mais

Álbum muito fraco, porém contém músicas q salvam de ser chato

Mais de Justin Bieber